Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \01\UTC 2009

Natal de 2009

Mais um Natal, mais um Ano Novo, mais… Sempre mais… Eu particularmente adoro essa época de festejos natalinos, não por causa dos presentes (esses na verdade passam batidos), mas pela beleza do momento. A cidade fica notoriamente mais bonita iluminada; desde os prédios antigos aos novos, ruas e avenidas, casas e praças… Mas ainda não é esta a beleza à qual eu me refiro… A beleza à qual fiz menção, senhoras e senhores, chama-se “introspecção”.

Ao chegar ao final do ano, alguns seres humanos esforçados fazem algo que deveria ser um exercício diário, mas não é algo comum ou fácil. Pra alguns é tão difícil que a introspecção chega a gerar listas e promessas na busca de um ano melhor. Por alguns instantes um ser humano se põe a pensar sobre como poderia ser uma pessoa melhor, e isso é digno de louvor hoje em dia…

Uma vez, em uma das várias conversas regadas a cafés com minha grande amiga Natália, perguntou-se o que nós desejaríamos que o mundo inteiro tivesse, todas as pessoas do mundo. Obviamente que as primeiras ideias que lhe vêm à mente são palavrinhas que figuram nos concursos de miss (comida para pôr fim à fome, a paz mundial etc.), mas em uma fração de segundos me veio a resposta que causou espanto aos demais presentes: “Desejo que todos tenham remorso!”

Isso mesmo… Você pode achar que eu, positivista nato, jamais responderia algo tão aparentemente negativo, mas vejamos bem: Só sente remorso quem tem consciência, e quem tem consciência faz de tudo para deitar a cabecinha no travesseiro ao final da noite e dormir o sono dos justos, com sua consciência tranquila. Se todos tivessem remorso, aprenderiam mais com seus erros, procurariam não cometê-los e principalmente: procurariam ser uma pessoa melhor a cada dia!
A esta altura você pode estar achando no mínimo essa uma das mensagens de Natal mais estranhas que você já leu, mas logo tudo fará mais sentido, e já que chegou até aqui, prossiga…

Me peguei relendo essa frase pelo mundo outro dia: “Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito…” Com a licença do uso da frase de Martin Luther King, esse princípio deve ser aplicado na resultante da introspecção. Se você só se posta a pensar em como poderia ser melhor uma vez no ano, faça, se puder fazer todos os dias, faça também, o importante é a mudança para o melhor. E se você quiser mudar o mundo amigo, comece por você, mesmo que seja rastejando.

O que eu realmente tenho para lhes desejar então amigos, além das felicitações habituais, é que Deus lhes preserve a saúde e lhe dê sabedoria no passar dos dias, para que possam sabiamente colher os frutos das sementes que os corações de vocês semearem na lavoura da vida. Que não precisem de sorte, posto que não se pode contar com ela a todo momento, mas que a mesma dê as caras sempre que possível. Que não lhes falte amor, começando pelo amor próprio, refletindo no amor ao próximo e respingando no amor pela vida como um todo. Que seus lares se encham de fortuna e riqueza, sabendo que a maior riqueza que um homem pode ter é ‘quem’ está ao seu redor, e não ‘o que’ está ao seu redor. Que tenham paz em seus corações, mas mantenham seus espíritos indomáveis, visto que a luta consigo e seus limites é a única maneira de encontrar a paz. E por último, mas não menos importante, que sejam felizes, lembrando-se que não existe caminho para felicidade, mas a felicidade está no caminho, na caminhada, e no momento que aproveitarem cada instante dessa caminhada para serem felizes, não importa aonde a vida vai lhe levar, você chegará lá com um sorriso. Lembre-se de Shakespeare: “O amor é um ato de fé e quem tiver pouca fé também terá pouco amor…

Então,  a todos vocês meus amigos, obrigado por serem quem vocês são e como vocês são… Cada um teve de uma forma ou de outra um papel no meu caminho e me ajudou a chegar aqui. Que venha 2010, e venha ainda melhor para pessoas ainda melhores… =)

Abraços, Feliz natal e um próspero Ano Novo à todos…
Seu amigo de muita fé;
« Marcos Vinícius »

Read Full Post »